e assim terminou a semana passada…….

Bom, vim dar notícias… boassssssss notícias!!! Vou contar da resto da formatura…. A missa foi linda!!! Minha família foi em peso!!! O Padre conseguiu emocionar a todos, com lindas palavras. Teve uma homenagem para as mães, como a minha não estava presente, homenageei meu pai. Chorei horrores, mas ri muito depois. Já falei que minhas amigas são lindas? Não? Pois é, são. Estavam presentes também, algumas de corpo e outras em pensamento! Me senti querida, amada, acolhida. Pois é, foi assim que me senti.
E sábado, veio o grande dia.A FESTA!! E que festa! Não tenho palavras pra descrever como foi. Em resumo, foi tudo lindo!!! As músicas, as pessoas, o lugar, o clima… tudo lindo! Tiramos fotos, dançamos… e como dançamos! Acho que nunca vi os formandos se divertirem tanto em uma festa! Alegria pura!!!
Agora, é a vez dos agradecimentos…
Agradeço minha família, aos meus dois pais:Tio Zé e meu pai, por estarem presentes na missa e na colação de grau. Às minhas Tias Elvira e Regina, por fazerem o papel de mãe quando preciso. Às minhas primas e primos, por serem além de primos, irmãos. Ao meu irmão lindo, pelo simples fato de existir em minha vida.
As amigas: Rita: pelos anos de amizade, pelo carinho e companheirismo, independente de qualquer coisa. Rozi: obrigada por me mostrar que amizade de verdade não tem distancia e nem tempo que separe. Willi: pelos encontros e desencontros, pelas confusões e pelas uniões, por tudo que vivemos e ainda vamos viver. Edna: por acaso ficamos amigas, mas não foi por acaso que continuamos amigas Obrigada por existir! Roberta: a prova viva de que uma amizade de verdade pode ser construída num “boteco”… em uma viagem por acaso juntas… Alinne: obrigada pelas palavras sempre tão carinhosas, pela força ( mesmo que on line), pelas longas conversas… Ray e Naty: lindezas, irmãzinhas mais novas, jóias de amizade que fiz durante a faculdade. Diogo e Dudu: amigos, irmãos, conselheiros.. ouvintes e falantes… companheiros de trabalhos, colas, conversas, desabafos e acima de tudo: obrigado por suportarem minha TPM durante a faculdade… ainda agüentam, mas agora é mais ameno (rs). Gi, que com pouco pouco tempo de amizade se mostrou ser especial.  Tiago amigo a 10 anos, que me ajudou em vários momentos difíceis, que tivemos váaarios problemas, mas sempre acabamos achando a solução. Dê, que mesmo de longe, muito longe está sempre comigo. Sempre me ouvindo, sempre me aconselhando e quando conseguimos estar perto, tudo fica bem. Irmã que a vida me deixou escolher e ainda me deu mais uma mãe e um irmão =D Pacote completo Crazy Dog!Marcelo, por ter aparecido em minha vida. Por ter me dado apoio quando eu precisei, mesmo sem saber. Por ter cuidado de mim e por depois de tudo que passamos, ainda continuarmos amigos. Lilian, anos de amizade, obrigada por entender minha ausência e por continuar minha amiga…
Enfim, tem muito mais…. mas se eu for ficar aqui escrevendo, vocês vão cansar… aqueles que eu não mencionei aqui, não pensam que esqueci de vocês, apenas não tive palavras pra agradecer a todos, ia ficar chato e repetitivo…. mas AMO TODOS VOCÊS INCONDICIONALMENTE.
Finalizo com o um brinde, um brinde pela minha família, que parece com a música “muito unida e muito ouriçada, briga por qualquer razão, mas acaba pedindo perdão”. E um brinde também as amizades! Pois eu não sei o que seria de mim, se não fossem meus (as) amigos (as).
Bjux
Luh

e a semana continua … linda!!

Oii!!

A colação foi ontem!!! Fiquei triste até os 47 do segundo tempo. Mas enquanto me arrumava, foi batendo uma felicidade, uma emoção… E assim me mantive!! Tirei fotos com TODOS os meus colegas de classe! Rimos, divertimos!!! Tive aquela sensação gostosa de saudade, de adeus, de felicidade, de esperança… Um verdadeiro mix de emoções! Não sei se comentei antes, mas fui oradora da minha turma. Dizem que causei só porque falei Pinto Amigo no discurso!Gentemmmmmm!! Como assim? Palavra normal, não é não?! A mocinha do cerimonial antes da cerimônia, tinha marcado algumas partes, pois achava que eu não devia falar, mas ficaria a meu critério! E disse também que eles colocariam lá na hora do discurso, o original.. E não é que não hora que fui chamada pra ler o discurso, a bunita tinha riscado as parte que ela achava que eu não devia falar? (rá!) Coitada! Eu sabia o que tinha escrito e li como se estivesse tudo lá! hahahahahaha  Vou postar o discurso aqui! É uma maneira de guardar, de lembrar e pra quem não pôde me ouvir falar, pelo menos vai poder ler!! Tem algumas ou várias piadas internas, mas acho que ficou legal!

Espero que gostem! E por favor, comentem!!!

“Para quem não me conhece, meu nome é Luanna Guedes, muito prazer. Nesses dois anos e meio, aprendemos muito. Mas com certeza uma das coisas mais importantes, que vou carregar para o resto da vida, assim como vários colegas de classe, é o twitter! Aproveitando, me sigam, @LuhGuedes e twittem! Primeiramente queria agradecer aos meus amigos e colegas por me cederem (quase obrigarem) a honra de representá-los nesse momento tão importante. Momento este, que ilustra o encerramento desse ciclo em nossas vidas. Agradeço também em nome de toda a turma a todos os professores do curso de ADS, pelos bons exemplos que nos serviram de inspiração, e aos exemplos ruins também, afinal o que seria do “BOM” sem o “RUIM”. Homenageamos hoje também, os professores que escolhemos para nos representar. Com sua pouca idade, vasto conhecimento, meio ditador, mas sempre (ou quase sempre) bem humorado, que fez com que nós, pessoas práticas, quase exatas nos interessássemos pelo Direito. Ele fez com que batêssemos recordes de alunos presentes em sala de aula. Por essas e por outras, homenageamos hoje, o Patrono de nossa Turma, o Professor Júlio Madureira. Júlio, tenho certeza que os casos daquele colega de classe seu, é você! Trabalhando sempre com seriedade, profissionalismo e se empenhando em dar boas aulas, possuidor de uma excelente didática e também contador de piadas que quebram o gelo da aula e as deixam muito mais interessantes, homenageamos hoje com o título de Paraninfo, o Professor Gilmar Borba. Com um português impecável, seu jeio mineirinho de falar, sua empolgação e exemplo do amor pela Língua (calma gente, estou falando da língua portuguesa), a musa dos meninos e inspiração para as meninas, homenageamos Carol Aderaldo, uma fofa incurável. E por ultimo e não menos importante homenageamos também, aquele que achou que não gostávamos dele, que teve que superar uma cola em massa e nos ensinar com paciência, autoridade e sabedoria que ele quem mandava na sala de aula e que iríamos aprender sobre Banco de Dados, querendo ou não. Homenagemos o Sr. Elson de Abreu. Obrigada Elson, pelo carinho com a nossa Turma (mas eu ainda descubro quem inventou o LanSchool). Bom, como eu disse no início, foram dois anos e meio. Um tempo que eu acho que ficará marcado de alguma forma para todos nós. Tivemos momentos difíceis, principalmente no que se diz respeito ao famoso PA. Ah… o PA!Não gente, não é o pinto amigo viu? É o Projeto Aplicado mesmo. Esse desfez amizades, trouxe grandes tormentos e discussões, no meu caso, em particular, muitas discussões. Mas fez também a união de muitos. Durante esse curso, houve de tudo um pouco. Quem não se lembra das meninas super cabulosas? Ops.. Poderosas? Elas chegaram no primeiro período, lindas, caladas, quase anti-sociais e como não podíamos perder a piada, criamos o apelido. O quarteto se separou e viraram duplas e a socialização começou. Estranho né? Em uma sala de aula onde os homens predominavam, as mulheres se sobressaíram, conquistaram além de espaço, respeito. Agradeço aos meninos pela paciência e tolerância com nossa TPM. Mesmo que tenham sido obrigados a isso.

Demorou até que começássemos a nos unir, é verdade, mas aconteceu. E foi ótimo. Os bangunceiros do fundão finalmente começaram a estudar, e os estudiosos da frente começaram a ir nos churrascos e barzinhos. Todos nós saímos beneficiados desta experiência, afinal de contas, não adianta nada ser bem relacionado, saber lidar com pessoas, se não tiver um mínimo de conhecimento. E obviamente, só estudar e não saber se relacionar também é prejudicial à carreira e a vida como um todo. Bom, se eu fosse contar os casos, os gracejos e as piadinhas internas da turma, ficaríamos aqui por… DOIS ANOS E MEIO. Então… termino dizendo que CHEERRRIII até que enfim deixamos de ser uma esfera… Sim, piada interna. Obrigada”

Beijos!!

Luh

E assim começa uma semana especial….

Semana importante essa: colação de grau, missa e festeeeeeeenha de formatura. Até o meio da semana passada eu estava super feliz, cheia de expectativas, toda alegre com as emoções que estão por vir. Na sexta fui invadida por um sentimento estranho, uma tristeza, uma angustia. Pensei em mil coisas que poderiam estar me afetando, achei vários motivinhos sabe? Porque quando procuramos achamos. Hoje, liguei pra minha mãe, pra saber que horas ela chegaria amanhã e ela disse que não viria. Sei que não interessa a vocês o porque, quem acompanha o blog, desde sempre, ou quem é amigo meu há um tempo, sabe que sempre tivemos uma relação difícil. Mas desde que voltei a falar com ela, achei que teríamos uma nova chance, que era de verdade sabe?

Doce ilusão a minha. Já chorando no telefone, falei que tudo bem e que depois falaria com ela. Não, ela PRECISAVA se justificar e piorar as coisas. Tenho tentado, arduamente, bravamente, esquecer todos os problemas que houve, tanto com ela e quanto com meu pai no passado. Cansei de cultivar tristezas, mágoas e pensei, agora é só o que e está por vir. O presente e o futuro.  Tá….

Minha Tia já uns meses ofereceu a casa dela pra minha mãe ficar, de coração aberto. Essa é a Tia Coração sabe? Segunda mãe… mãe de vida… daqui de BH. Falei com minha e tava tudo lindo! Pra idiota aqui né?! Hoje, a justificativa dela foi a seguinte “ Sua família a vida inteira me humilhou, eu suportei isso enquanto você era pequena, agora não sou mais obrigada a suportar”. Porque me disse isso hoje? Eu falei, que é um momento importante pra mim e queria que ela estivesse vendo isso, mas ela não querer é uma opção dela. Se ela quer viver de passado, sinto pena, pois eu estou tentando olhar o presente e o futuro e é claro que toda ação tem sua reação.

Maldito sexto sentido, era isso que estava me incomodando, já sentia, só não sabia…. Mas quero deixar claro, lavei minhas mãos. Não, não vai deixar de ser minha mãe, não vou deixar de falar com ela, vou tentar superar sim, mas jamais criarei expectativas e não sei se vou conseguir esperar algo bom dela….

E assim começa minha semana especial….

Beijos

Luh