Triste… muiiiito triste.

Oi gente. Momento triste. Descobrimos que minha tia Zel tá com leucemia. Ela é a ‘matriarca’ da família por escolha. É a irmã mais velha do meu pai e minha madrinha. É aquela pessoa que está sempre ajudando e/ou cuidando de todo mundo. É chata, pega no pé, fala coisas erradas na hora da raiva mas depois arrepende, mas é uma pessoa que tem um dos maiores corações que eu conheço. Não é perfeita, afinal quem é, não é mesmo? Vivo batendo de frente com ela, por criação, pensamentos e conceitos de vida diferentes, mas agora, nada disso importa, quero ela bem. Na hora que fiquei sabendo, fiquei estática, uma estátua, muda e fria. Minha prima chorando me contou e eu fiquei lá, sem reação. Não consegui abraçar, nem falar nada pra consolar… aliás, mau consegui me mover. Depois, quando essa mesma prima contou que o marido da minha tia chegou no quarto do hospital, com uma flor escondida no meio de um tanto de jornal, pois não podia entrar com flores, escorreu uma lagrimazinha tímida no meu rosto, mas continuei firme. Vim pra casa, vi um filminho melado pra chorar e nada. Depois que todos dormiram eu chorei igual uma criança. Vieram todos os tipos de pensamento na minha cabeça. Porque ELA? Uma pessoa ativa, que ajuda a todos, que tá sempre fazendo algo por alguém. Tem filho, tem irmãs, sobrinhos, neto. Eu queria que fosse eu, que não vou deixar nenhum passarinho. Que ÓDIO! Depois tive raiva da minha mãe também, por ‘n’ motivos. Porque ela não fala comigo, porque eu não posso ligar pra ela pra contar o que está acontecendo, pois toda vez que conto algo do tipo, independente do que ela fale, sempre tem um sorrisinho no rosto. Porque se Deus me livre e guarde, de acontecer algo do estilo com ela, não vai ter ninguém ao lado dela, pois nem a própria filha ela cativa. Me deu raiva porque tenho que ser forte mas minha vontade é de sair correndo e gritando. Depois me deu uma sensação de impotência sabe?! Mas Deus sabe o que faz. Graças a Deus, minha ‘grande família’ é unida e ouriçada. Não somos muitos, mas estamos juntos por que der e vier. Quando alguém precisa, todos esquecem o resto, as brigas, as confusões, os mau entendidos fica tudo de lado. Ficamos todos juntos e misturados. Então é isso. Serei forte! Pro que der e vier. Bom.. pelo menos vou tentar.
Beijos
PS: Deixei o Mr. D. de lado e todos os outros. Mr.D. é muito confuso pra mim e não é isso que quero e preciso no momento.